sexta-feira, 11 de janeiro de 2008

Duas Vidas

Em meio à Igreja é possível encontrar cristãos denominados: "servos", "homens e mulheres de Deus", "santos", mas que na realidade vivem duas vidas. Mas como isso? Muitos crentes sofrem com isso, infelizmente. A imagem a ser mostrada para os demais da Igreja conta muito, então muitos crentes lutam em mostrar uma capa que na verdade, não passam de sepulcros caiados, como Jesus caracterizou os fariseus e escribas (Mateus 23: 27).
Alguns estão presentes em todos os cultos, outros trabalham na obra e ainda há aqueles que estão liderando vidas, mas que carregam um armadura cheia de buracos e dentro de si corações cheios de feridas. E também existem aqueles que dentro da Igreja são bênçãos, mas no lar, só a misericórdia de Deus.
O que adianta enganar os que redoiam, se O que cobrará no final de tudo está vendo?
O que adianta almejar um lar salvo pelo Senhor, se só dar testemunho na Igreja?
O que adianta presenciar todos os cultos e não receber sequer uma Palavra?
O que adianta trabalhar na obra se está precisando que Deus trabalhe a resture a vida?
O que adianta ministrar na vida de pessoas, se está necessitando de uma ministração?
E a melhor forma de sair desta situação é buscar no Espírito Santo a resolução desta causa, porque somente Ele poderá guiar para os caminhos e pessoas certas que serão usados pelo Pai para enfim chegar na cura, na libertação e na restauração total, tornando-se apenas um.