domingo, 26 de outubro de 2008

Os Atalaias do Senhor


Como pode se sentir um homem cujo irmão fez coisas erradas que o levou ao óbito, no entanto, quando ele estava praticando tais o primeiro teve a oportunidade de adverti-lo, porém não o fez? E por não ter admoestado, ele deve ter ficado com a consciência pesada, ou talvez se sentido culpado pelo acontecido.
A situação citada foi apenas para se ter uma noção do que acontecerá com aquele que mandado por Deus para exortar alguém, ou até mesmo repreender, não cumprir a incumbência. Porque Deus irá cobrar deste a vida do que precisava de conselho. O homem que já foi livre do pecado pelo poder do sangue precioso do Cordeiro Santo é responsável por levar a palavra de libertação aos cativos, de cura aos enfermos e assim sucessivamente; por isso quando uma pessoa tem o ensejo de avisar uma outra dos maus caminhos e não o faz, consequentemente levará para a eternidade essa falha. Para demonstrar isso biblicamente, segue uma passagem que diz claramente isso, veja: “Filhos do homem, eu te dei por atalaia sobre a casa de Israel; da minha boca ouvirás a palavra e os avisará da minha parte. Quando eu disser ao perverso: Certamente morrerás, e tu não avisares e nada disseres para o advertir do seu mau caminho, para lhe salvar a vida, esse perverso morrerá na sua iniqüidade, mas do seu sangue o requererei” (Ezequiel 3:17-18).
Hoje, muitas pessoas morrem sem sequer conhecer o amor de Jesus Cristo, entretanto, isso acontece pelo fato da carência de pessoas que mostrem o caminho certo e a verdade que leva à vida eterna, contudo, o papel dos filhos de Deus é propalar a salvação. Muitas vezes as oportunidades passam despercebidas, como por exemplo: Aquele passageiro da poltrona do lado do ônibus, a pessoa da frente e (ou) de trás da fila (banco, caixa de uma loja...), o esmoleiro; isso se tratando de pessoas estranhas, por que os de casa a responsabilidade ainda é maior. Mas por que para estes é maior o dever? Porque, geralmente, o falar com os estranhos mexe com alguns gigantes que existem no intrínseco da pessoa e com os de casa não há o medo, a vergonha, a timidez, o orgulho, o desdém e muitos outros fatores que impossibilitam a difusão do evangelho.
Em virtude do que foi visto, será se Deus vai requerer alguma vida de você? Você tem obedecido às ordens de Deus com relação ao próximo? Os de sua casa já foram admoestados por você, em alguma área? E qual(is) tem sido o(s) seu(s) gigante(s)?

3 comentários:

Mattheus Camargooo ; disse...

Inteligentissima , a postagem ,
abraço tiiio warley :D

Bia disse...

muito inteligeente
k k
ficou legal a corr, gosteei! ;D

Denise disse...

Meu querido sua postagem ficou maravilhosa,vc é muito inteligente...Que o Senhor te abençoe com toda a sorte de benção.
Beijos